30 agosto 2015

[QUIZ] A Seleção


QUIZ A SELEÇÃO


PRA VOCÊ QUE É FÃ DA TRILOGIA DE KIERA CASS


29 agosto 2015

[RESENHA] A Escolha (A seleção #3)




America era a candidata mais improvável da Seleção: se inscreveu por insistência da mãe e aceitou participar da competição só para se afastar de Aspen, um garoto que partira seu coração. Ao conhecer melhor o príncipe, porém, surgiu uma amizade que logo se transformou em algo mais… No entanto, toda vez que Maxon parecia estar certo de que escolheria America, algum obstáculo fazia os dois se afastarem. Um desses obstáculos era Aspen, que passou a ocupar o posto de guarda no palácio e estava decidido a reconquistar a namorada. Em encontros proibidos, ele a reconfortava em meio àquele mundo de luxos e rivalidades. Com essas idas e vindas, America perdeu um pouco de espaço no coração do príncipe, lugar que foi prontamente ocupado por outra concorrente. Para completar, o rei odiava America e a considerava a pior opção para o filho. Assim, tentava sabotar a relação dos dois, inventando mentiras e colocando a garota em prova a todo instante. Agora, para conseguir o que deseja, America precisa cortar os laços com Aspen, conquistar o povo de Illéa e conseguir novos aliados políticos. Mas tudo pode sair do controle quando ela começa a questionar o sistema de castas e a estratégia usada para lidar com os ataques rebeldes.

28 agosto 2015

[RESENHA] A Elite (A seleção #2)



AINDA NÃO FOI DESSA VEZ: A ELITE


KIERA CASS


A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima dacoroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com ele, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está seu conforto e se vê dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos. America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer - e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E, justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem. Enquanto ela está se esforçando para decidir seu futuro, rebeldes violentos, determinados a derrubar a monarquia, estão se fortalecendo - e seus planos podem destruir as chances de qualquer final feliz.

27 agosto 2015

[RESENHA] Como eu era antes de você - Jojo Moyes


Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.




        
O livro inteiro gira em torno de Will, um executivo bem sucedido que vê todos os seus sonhos e planos indo por água a baixo depois de um acidente de moto que o deixa tetraplégico. A vida de Will e Louisa se cruza quando a moça perde seu emprego num café e se vê obrigada a procurar qualquer trabalho pela necessidade de ajudar financeiramente a sua família, que não vive um dos melhore momentos.             
       
Os primeiros contatos entre Lou e Will não são muito amigáveis, mas depois de alguma tempo juntos, os dois acabam nutrindo uma amizade/amor que os mantém unidos. Louisa passa a fazer várias atividades com Will (assistir filmes, passear pelo jardim), na tentativa de agradá-lo e fazer com que ele perceba que a vida ainda é bonita, mesmo sobre a cadeira de rodas.

Às vezes, você é a única coisa que me dá vontade de levantar da cama.

A Louisa e Will são personagens excelentes e dinâmicos. Adoro o sarcasmo de ambos e os diálogos entre os dois são muito bem explorados pela autora. Fora o "casal" protagonista, os outros personagens não me agradam muito. O Patrick, namorado de Lou é insuportavelmente chato e Nathan, o enfermeiro que cuida de Will é bem água com açúcar.
          




         
Durante muito tempo, hesitei em fazer essa resenha, porque eu nunca vi alguém falar mal desse livro. Pois é, pra tudo tem a primeira vez. Com exceção dos diálogos entre Louisa e Will, o livro traz momentos bem chatos e entediantes, mas o final correspondeu todas as minhas expectativas; talvez meu problema tenha sido criar muitas expectativas com relação a essa história. Apesar de ser extremamente triste, o desfecho dessa história me comoveu de uma maneira impressionante. Esse é um livro que faz você repensar a sua vida inteira. É que as vezes, reclamamos do pouco que temos, enquanto outras pessoas precisam apenas desse "pouco" para serem felizes.
        
O livro é bom, eu gostei. Mas, diferente de todo mundo, não morri de amores por ele. Enfim, se você espera uma história de amor, com finais felizes, essa não é uma opção.


Apesar de não ter gostado muito da escrita da autora, o livro é bem emocionante e tem um enredo comovente.



CAPA - 7
HISTÓRIA E ENREDO - 9
PERSONAGENS - 8
DESFECHO - 9 

NOTA NO SKOOB: 4.6

LIVRO   (4/5)
EDITORA: INTRÍNSECA
PÁGINAS: 320
ANO: 2013
GÊNERO: FICÇÃO JUVENIL



SOBRE O AUTOR
Resultado de imagem para jojo moyes

Jojo Moyes nasceu em 1969 e cresceu em Londres. Estudou Jornalismo e foi correspondente do jornal The Independent até 2002, quando publicou o seu primeiro romance, Retrato de Família, e resolveu dedicar-se à escrita a tempo inteiro. Foi uma das poucas autoras a ganhar por duas vezes o prémio Romantic Novel of the Year, primeiro com Foreign Fruit (2003) e com A Última Carta de Amor (2010). Do catálogo da Porto Editora constam já os romances Silver Bay – A Baía do Desejo, Um Violino na Noite, Retrato de Família, A última carta de amor e Viver depois de ti.

25 agosto 2015

[QUIZ] Frases de livros




DESCUBRA A QUE OBRAS PERTENCEM AS FRASES OU CITAÇÕES A SEGUIR

1) "Mas eu não sou bonita, não de perto, pelo menos. Quanto mais as pessoas se aproximam de mim, menos me acham atraente."


[TOP 5] Livros favoritos das celebridades

OS LIVROS PREFERIDOS DE CANTORES, ATORES E OUTRAS PERSONALIDADES DA MÍDIA 


5° LUGAR NICOLE KIDMAN
 AS CRÔNICAS DE NÁRNIA

24 agosto 2015

[RESENHA] A Seleção (A seleção #1)



AMERICA, MAXON E A SELEÇÃO 

KIERA CASS

Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de suas vidas. A oportunidade de escapar da vida estabelecida para elas desde o nascimento. Entrar em um mundo de vestido brilhantes e joias de valor inestimável. De viver em um palácio e competir pelo coração do lindo Príncipe Maxon. Mas para America Singer, ser Selecionada é um pesadelo. Isso significa virar as costas para seu amor secreto com Aspen, que é de uma casta menor que a dela. Deixar sua casa para entrar em uma competição acirrada por uma coroa que ela não quer. Viver em um palácio constantemente ameaçado por rebeldes violentos. Então, America conhece Príncipe Maxon. Gradualmente, ela começa a questionar todos os planos que fez para si mesma- e percebe que a vida que ela sempre sonhou não é nada comparada com o futuro que ela nunca imaginou.





Durante muito tempo, fugi dessa leitura, porque A Seleção é um típico livro modinha: todo mundo lê, todo mundo gosta, todo mundo comenta. Comecei essa história, sem nenhuma grande expectativa e isso ajudou bastante, porque o livro me surpreendeu positivamente. Não é o melhor livro da vida, mas é uma leitura excelente.
          
A Seleção se passa no futuro, em Iléa, um país que ocupa um território que hoje é dos Estados Unidos. A sociedade desse país é dividida em castas, onde a Um é composta pela família real e a Oito, pelos miseráveis e mendigos. America, protagonista do livro, é uma Cinco e sua família vê a oportunidade de mudar de vida em uma Seleção promovida pelo príncipe com o objetivo de escolher sua futura esposa. É uma espécie de reality show, televisionado para todo o país, em que as garotas são eliminadas até que só sobre a "escolhida". America não suporta a ideia de participar da Seleção, porque não quer se despedir de sua família e de Aspen, seu namorado secreto, porém é convencida por todos a entrar nesse jogo. Jogo, que ela pode acabar gostando.


Um dia você vai dormir nos meus braços todas as noites. E acordar todas as manhãs com meus beijos. E algo mais.


         

Estou aqui e não estou lutando. Meu plano é aproveitar a comida até você me chutar.

O livro traz uma leitura bem leve e com pouca dinâmica, mas isso não é um ponto negativo. A autora usa de maneira esperta o enredo que tem, explorando cada pedaço dele. Os primeiros capítulos foram bem chatos pra mim. A chatice da mãe de America, o (insuportável) Aspen e outras coisas que aconteciam no começo da história me fizeram querer dormir. Mas, quando finalmente a Seleção começa, tudo melhora. O ponto forte desse livro, com certeza, são as cenas entre America e o príncipe Maxon. Os diálogos são super interessantes. Confesso que algumas falas eu li mais de três vezes, de tanto que eu gostei.


Surpreendentemente, eu adorei esse livro. Ansioso pra ler a continuação.



CAPA - 9
HISTÓRIA E ENREDO - 7
PERSONAGENS - 9
DESFECHO - 6

NOTA NO SKOOB: 4.5

LIVRO   (5/5)

EDITORA: SEGUINTE
PÁGINAS: 368
ANO: 2012
GÊNERO: ROMANCE / DISTOPIA / FANTASIA
SÉRIE: A SELEÇÃO (1° LIVRO)




SOBRE O AUTOR
         
       Nasceu em 1981, na Carolina do Sul, Estados Unidos. Formou-se em história na Universidade de Radford, na Virginia, e publicou seu primeiro livro, The Siren, em 2009, em uma edição independente. Seus maiores sucesso são a trilogia composta por A seleção, A elite e A escolha.

[TOP 5] Sagas



MELHORES SÉRIES/SEQUÊNCIAS DE LIVROS

AS SÉRIES DE MAIOR SUCESSO DO MUNDO LITERÁRIO

5° LUGAR DIÁRIOS DO VAMPIRO

[QUIZ] Belo desastre






QUIZ BELO DESASTRE